Empreender pelo Trabalho Digno ou pela Dignidade do Trabalho?

Quando falamos de Empreendedorismo também falamos de relações laborais. Ao invés do que possamos pensar empreender também significa criar emprego.

Naturalmente que o empreendedor cria o seu próprio emprego e que o faz de forma independente. Ou seja, ao iniciar o seu negócio não o está a fazer com base numa relação laboral subordinada. Quer isto dizer que a sua empresa foi criada por si e não por outrem e por isso não há qualquer relação jurídica baseada no dever de obediência.

Mas, aquilo que norteia o empreendedor é o sucesso, o crescimento e consequentemente a expansão do negócio e para isso, o empreendedor irá necessitar obrigatoriamente de criar equipas para que a sua ideia de negócio se transforme numa empresa que cresça de forma sustentada e que independentemente da inovação e da criatividade alicerçada a todo e qualquer negócio, o capital humano seja um dos eixos estratégicos.

Para isso, há que empreender pelo Trabalho Digno pois atualmente ser empreendedor implica ser, igualmente, socialmente responsável e querer, para além do lucro e dos proveitos, ser um Líder que cria relações laborais justas e sustentáveis.

O empreendedor tem a possibilidade de empreender pelo Trabalho Digno cada vez que contrata uma pessoa para consigo consolidar aquilo que esteve na génese do seu negócio – a sua Ideia.

Na publicação…

Continue a ler

Artigo publicado no Link To Leaders – 05/02/2019