Ensinus investe em escola de profissões e tecnologias na Guiné-Bissau

A escola arranca com 13 cursos com estágio integrado desde o primeiro ano, revelou ao Jornal Económico Teresa Damásio, administradora do grupo detentor de 13 estabelecimentos de ensino em Portugal e Moçambique.

Ensinus investe em escola de profissões e tecnologias na Guiné-Bissau

Ensinus, que detém 13 estabelecimentos de ensino do pré-escolar ao universitário em Portugal, vai abrir uma instituição de ensino profissional na Guiné-Bissau, revelou ao Jornal Económico Teresa Damásio, administradora do grupo.

A nova instituição, que abre com a designação de Instituto das Profissões e Tecnologias, nasce da necessidade de responder à adequação das competências dos estudantes guineenses e da valorização do “saber-fazer”.

“Em termos globais, temos vindo a assistir ao reconhecimento do ensino profissional como aquele que melhor prepara os estudantes numa dupla dimensão: quer seja para o ingresso no mercado de trabalho, em que a tipologia das aprendizagens e a forma como está estruturado o curriculum dos diferentes cursos os capacita de forma diferenciada para a realidade empresarial, quer seja para a prossecução de estudos e o posterior ingresso no ensino superior”, explica Teresa Damásio.

Uma das mais valias do Instituto das Profissões e Tecnologias é a realização de estágios ao longo de todo o curso. “Os alunos têm que estagiar desde o primeiro até ao ultimo ano do curso e com isto fazemos uso da metodologia “hands on” que é caraterística do ensino profissional e uma mais valia na aquisição e consolidação das soft skills”, justifica.

Para garantir a vertente prática, o grupo vai estabelecer relações de cooperação com o tecido empresarial e com as organizações do Terceiro Sector.

Teresa Damásio refere ainda que os cursos que vão ser ministrados correspondem às necessidade de formação da Guiné-Bissau mapeadas pelas organizações internacionais e nacionais.

O Instituto das Profissões e Tecnologias garante acesso a dupla certificação. A oferta destina-se a jovens que tenham concluído o Ensino Básico, bem como adultos, presentes no mercado de trabalho sem qualificações para o exercício da profissão.

Cursos
Técnico de Serviços Jurídicos, Registos e Notariado
Técnico de Receção
Técnico de Restaurante e Bar
Técnico de Mecatrónica
Técnico de Mecatrónica Automóvel
Técnico Auxiliar de Saúde
Técnico de Ótica
Técnico de Controlo de Qualidade Alimentar
Técnico de Sistemas de Saneamento e Tratamento de Águas
Técnico de Eletricidade e Telecomunicações
Técnico Operador Máquinas Agrícolas
Técnico de Conservação e Comercialização do Pescado
Técnico de Inspetores de Pesca Industrial e Artesanal

Entrevista publicada  03/04/2018 no Jornal Económico